A RÁDIO CULTURA foi fundada em 1.979, uma das emissoras de Rádio mais antigas da Região Norte do Paraná. Desde sua fundação até os dias atuais a RÁDIO CULTURA desenvolve uma linha de programação voltada para os acontecimentos de nossa região. Participou ativamente do desenvolvimento da cidade de Andirá servindo de elo de comunicação e entretenimento. Sua programação é essencialmente de Rádio jornalismo cobrindo diuturnamente os acontecimentos da região e deixando nossos ouvintes informados. No entanto, tem em sua grade tambem, programas de entretenimento, onde a participação do ouvinte se torna essencial. Em pesquisas de audiências, a RÁDIO CULTURA sempre obteve um índice de destaque entre todas as emissoras de rádio. Adquirida por Auri Estavam e Gislaine Rodrigues, a emissora chega aos novos tempos, operando em modernos estúdios e equipamentos  e fazendo seu processo migratório para o FM.

 

A RÁDIO CULTURA TAMBÉM ESTÁ NA INTERNET

 

Na vanguarda da modernidade a cultura tem ainda em seu site www.culruraandira.com.br um poderoso veículo de informação. Integrado à programação da rádio ele aperfeiçoa as informações diárias e te leva a nossas redes sociais.

 

NOSSA META

 

Ser reconhecido como o mais importante veículo de difusão na prestação de serviços de informação e jornalismo, primando pela qualidade da programação.

 

NOSSA MISSÃO

 

Manter a satisfação dos ouvintes e a melhoria continua da programação, atuando com ética e responsabilidade social junto ao público, fontes, anunciantes, colaboradores e fornecedores.

 

NOSSOS VALORES

 

A comunicação com integridade, responsabilidade e confiança.

 

NOSSO OUVINTE

 

Deve ser tratado com cordialidade e respeito, objeto de total satisfação e confiança, e retribuir sua audiência com produtos e serviços de qualidade, com agilidade, informações precisas e transparentes.

 

NOSSAS FONTES

 

É a segurança o equilíbrio que credencia e qualifica a informação. Por não existir um “manual de consciência profissional”, durante nossa trajetória, não vamos esquecer que “a grande virtude para que um radialista se torne um excelente profissional de imprensa é o bom senso”.